Quinta, 26 de Maio de 2022
21°

Poucas nuvens

Alto Piquiri - PR

Geral Paraná

UEM apresenta na Expoingá o que produz de ciência, conhecimento e serviços de saúde

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) leva ciência e conhecimento à 48ª Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá - Expoin...

05/05/2022 às 18h10
Por: AltoPiquiriNews Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: UEM
Foto: UEM

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) leva ciência e conhecimento à 48ª Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá - Expoingá 2022, que começa nesta quinta-feira (05), no Parque Internacional de Exposições Francisco Feio Ribeiro. Mais de 100 de pessoas ligadas à instituição vão dar apoio ao evento, que ocorre até dia 15, após ficar suspenso por dois anos em decorrência da pandemia da Covid-19.

A UEM participa da feira há muitos anos e, na edição de 2022, essa intervenção será maior. Após o sucesso da parceria com a Sociedade Rural de Maringá (SRM), na última edição, em 2019, a universidade foi convidada a participar de forma ainda mais significativa. A UEM vai dar apoio de pessoal ao evento, recebendo como contrapartida espaço para mostrar à sociedade o que produz de conhecimento.

São três espaços do Parque de Exposições. No Pavilhão Azul, da indústria e comércio, haverá um estande de 90 metros quadrados destinado às mostras de cursos, atuação das empresas juniores, grupos PET e inúmeros projetos de extensão da UEM. Ali também estarão os alunos de Comunicação e Multimeios, que registrarão o evento.

A instituição também vai ocupar um terço do Pavilhão Branco, em que ocorrerá a Expociência: da terra ao espaço. Estão montados dois giroscópios, alguns experimentos de Física e Matemática e exposições com ambientes da mata atlântica e outros biomas do Paraná. Nestes, serão expostos exemplares de animais taxidermizados, que fazem parte do acervo do Museu Dinâmico Interdisciplinar (Mudi), da Universidade de Maringá.

EXPOSAÚDE– Outra atividade relacionada à UEM é a Exposaúde. O Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM) vai transformar a Expoingá em uma feira de referência da área de serviços de saúde. No espaço do palco do Pavilhão Branco será simulado um ambiente hospitalar, onde haverá treinamentos de socorros urgentes, entre outras atividades. 

Um dos destaques da participação do HUM é o ônibus do Hemocentro, que ficará na feira o tempo todo, exceto nos dias 12 e 13. Nele, o público será orientado sobre a doação de sangue, medula óssea e outros transplantes de órgãos e doenças hematológicas.

Os alunos de Medicina estarão presentes na Exposaúde, com mais de dez ligas: Cardiologia, Infectologia, Medicina de Família e Comunidade, Dermatologia, Emergências Clínicas, Ginecologia e Obstetrícia, Medicina Intensiva, Oncologia e Hematologia e Pediatria. Já na área de Odontologia, os projetos Pequenos Gestos Grandes Sorrisos e Sorriso Odonto UEM também têm presença confirmada.

O projeto de extensão Hospital de Ursinhos, a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes, o Banco de Leite Humano, a área de Controle de Infecção Hospitalar e o Núcleo de Vigilância Epidemiológica são outros setores presentes na feira.

CIÊNCIA NA VEIA– Para a pró-reitora de Extensão e Cultura da UEM, Débora de Mello Sant’Ana, a participação da universidade é importante para a popularização da ciência em um espaço que recebe milhares de pessoas todos os dias de evento.

“As ações de popularização do conhecimento científico estão entre as mais importantes iniciativas de inclusão social, já que contribuem para a alfabetização científica da população em geral e, consequentemente, ajudam a superar problemas concretos, tornando os indivíduos aptos a resolverem dificuldades básicas da vida cotidiana e se tornarem mais atentos aos fenômenos da vida e à ciência”, afirma.

Ela também reforça que a universidade se estrutura em três bases: ensino, pesquisa e extensão. “A Expoingá é uma dose cavalar de extensão nas veias da cidade de Maringá e região. Por meio dela, podemos mostrar para a sociedade que tudo que a gente faz na universidade impacta diretamente na vida das pessoas. Colocamos todos no mundo da ciência. Transferimos a ciência do laboratório para o dia a dia. Além disso, é uma boa oportunidade de as pessoas conhecerem a universidade, como ela funciona. Isso também é bastante importante”, destaca.

ESTANDE– A programação do estande da UEM terá diferentes participantes. Nesta quinta-feira (5) os visitantes podem encontrar representantes da Agro-Jr e da Zoo-Jr, empresas juniores compostas por alunos e professores da UEM, com atividades focadas no ramo da agropecuária. Elas apresentarão seus projetos e serviços disponíveis à comunidade. Também estrão no local representantes do Laboratório de Ensino de Matemática e acadêmicos vinculados ao Projeto de Residência Pedagógica de Matemática, da UEM. 

Também participam representantes do Programa Multidisciplinar de Estudo, Pesquisa e Defesa da Criança e do Adolescente (PCA), um grupo de pesquisa aplicada sobre a temática da infância e adolescência. Além disso, a Editora da Universidade Estadual de Maringá (Eduem) deixará exemplares à mostra, desde livros científicos, com foco em gerar conhecimento, a livros literários, que contam histórias.

No Balcão 2, o grupo Inobio-Manera-UEM vai expor equipamentos utilizados para a mensuração e avaliação meteorológica (mini-estações e câmera termográfica), e também demonstrar aos visitantes a interferência dos efeitos meteorológicos sobre o conforto e bem-estar dos animais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias